Tempo

tempo

No relógio que compassa o tempo, as folhas que cairam de um passado recente. Imagem de árvore nua, no Inverno frio e ventoso, imagem de mim. Sonha-se com a primavera das tuas palavras, na firme emoção dos novos rebentos que irão virar folhas e fazer esquecer os braços despidos de ti.

Aguardo-te minha Primavera, na certeza do sonho impossível.

Anúncios

6 responses to “Tempo

  • Anónimo

    Imagens do teu Inverno…

    Gostei de ler o teu aguardar…

    Nas palavras vejo um quadro lindo com declarações de amor escarrapachadas 🙂

    Que quem amas saiba ler na doçura das tuas palavras

    Depois da tempestade…

    Esse aguardar vai dar frutos 🙂

  • John Doe

    Já não me permito amar. Já não me deixo esperar. A dor é demasiado grande para ir em amores…

  • Moi.

    Ja não te permites amar?!…como podes ter a coragem de dizer isso?!…

  • Bi

    Tenho uma novidade para ti: de nada te vale esse estar. O amor volta sempre. Quem dera poder decidir não mais amar.

    Mas não,não funciona! Volta sempre! FELIZMENTE.

    Só assim percebemos fazer parte de algo maior que nós, tristes coitados que em vez de irmos amando (tudo e todos), aspiramos (ou esperamos)o que não é nunca diferente do que realmente já temos. è essa ilusão que nos impede realmente de ser felizes..eu sei!

  • John Doe

    Moi:

    Há resoluções que se têm que tomar…

  • John Doe

    Bi:

    Há decisões dolorosas a tomar. E se formos suficientemente fortes para a manter essas resoluções, elas levam-se até ao fim…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: