Mares e luares

E a brisa fresca que amaina os calores abrasivos que nos tocam as peles, de mar e luar em fundo. A felicidade que chega de sôfrego, no bater acelerado do coração para o deslizar cândido da ternura que se instala sem sequer pedir licença. Sorrisos ternos, meigos, que enchem almas até trasbordarem.

No ar fica o doce perfume das paixões e o sussurro perene dos amores eternos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: