Chuvas

A névoa de fim de tarde trazia consigo o arrepio normal do Outono que se aproxima a passos largos. Cheira à terra que humedece com o cacimbo que tudo cobre. Ao largo o céu embrutecido pela nuvens negras, não sei se por falta de luz se carregadas das gotas grossas de uma chuva desejada. Não se descobre estrela, mesmo olhando fixamente o tecto do mundo. O pensamento voa enquanto se deixa o corpo amolecer e cair na terra relvada e húmida. Sente-se que todo aquele orvalho se enterra pela carne dentro até aos ossos e faz cerrar dentes como se de fúria se tratasse. Fecha-se os olhos, cansados das tentativas de se firmarem em algum ponto mais luminoso da estratosfera. Mas tudo está tapado pelo manto negro nebuloso. Ao longe, o piar que se imagina saudoso de um milhafre fora de horas. Apelo ecoante pelas serranias barulhentas de árvores que se roçam no embalar poderosos da brisa que lá no alto é vento. O susto e a alegria sucedânea da primeira gota que cai e que acerta na cara, faz abrir braços e receber como dádiva divina aquele desaguar que começa lento. Outras gotas se seguem colando a roupa ao corpo, fazendo-a desenhar a silhueta do corpo que permanece imóvel. Ouve-se o bater no chão mesmo ao lado, no som abafado da terra que bebe sequiosa, seguindo depois ao momento em que já não escoa mais e bate na água que se acumula junto aos ouvidos, sentindo os salpicos. Escorre pelas faces, fecha-se o punho tentando guardar o líquido divino que se junta na palma da mão, sentindo que é impossível, que escorre por entre os dedos perdendo-se junto de outras gotas no chão ensopado. O vento sopra ainda lá longe e o pio já não se ouve, num silêncio quase absoluto. Sente-se nas têmporas o fluir sanguíneo que alimenta todos os pensamentos que vão desfilando pela mente divagante. A felicidade transbordante que flui de todos os poros da pele que ainda se arrepia. Ajeita-te o corpo no chão molhado, fica-se mais um pouco, nasce o sorriso no sabor que entra na boca da água que lhe escorre. Levita e voa no espaço e no tempo da sua imaginação.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: