1 March, 2010 20:12

Houve tempos em que desejei a morte mais que a vida. Não vai assim há tanto tempo como isso…

Não que não me lembre dela a espaços (a companhia de tanto tempo não se esquece assim), mas hoje vejo-a diferente. Companheira sim, sempre (ou não fosse para mim o cúmulo da simplicidade), mas de contacto menos frequente. Conversas casuais apenas.

É que nos últimos e maravilhosos tempos aprendi coisas novas, que não sabiam que existiam, que foram diferentes, que me fazem diferente.

Afinal há coisas boas por aqui.

Anúncios

6 responses to “1 March, 2010 20:12

  • wings

    Claro que há coisas boas por aqui !!!!

    Ó pra mim 🙂

    Lembra-te disso quando estiveres a desanimar…

    E olha eu não me alongo mais porque estou com uma soneira… mas era impossível não vir aqui ler-te, já estava com saudades

    🙂

  • Ouriço

    Há coisas boas em tudo e em todos, a questão é sabermos encontrá-las… Fico contente por ver que as vais vendo… 🙂

    Beijo para ti

  • Milch

    Olá Francisco,

    Hoje deixo-te aqui uns sussurros também… Sorri ao ler este teu post. «Afinal há coisas boas por aqui.» Existem, sim.

    Há uma pessoa que me disse há pouco tempo atrás que eu era especial. Acho que hoje isso foi desmistificado, no entanto, apenas hoje (caricato, não é?) me apercebi o que isso significava realmente. Neste contexto, claro. E para esse ser. 0 arrependimento não mata e ainda bem. Assim sentimos que temos direito a uma outra oportunidade. E talvez da próxima vez já não cometamos o mesmo erro. Ou então repetimo-lo mas quem sabe com algumas atenuantes. Até que avançamos para o póximo erro. Próxima etapa. A cada etapa a responsabilidade aumenta, mas o sentir também. E fico mais forte.

    Para já ainda estou debilitada… Com receio e aquela sensação amarga que algo foi danificado. O tempo dirá se sim, se não.

    «Afinal há coisas boas por aqui.» E há seres verdadeiramente especiais que não mais nos largam.

    Permite-me hoje que aqui te deixe um Abraço. Apertado e longo, pode ser?…

  • Francisco

    Grato Wings…

    🙂

  • Francisco

    Beijo Ouriço.

  • Francisco

    Pode sim Milch. Pode ser um abraço apertado e longo. E gostei do teu sussurro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: