Apeteces-me…

… de uma forma que quase não consigo perceber. As imagens que se gravam juntam-se àquelas que se imaginam, trazem ao sonho o doce sabor de uma realidade que apenas se sonha. Apetece-me sentir a ponta dos dedos escorrerem pela pele morna, formando arrepios suspirados que saem na cadência dos abraços. Apetece-me sentir a curva das costas que se salienta à passagem das mãos espalmadas que te comprimem a mim. Apetece-me aquele perfume que se solta do vazio do espaço de roupa que se cola e que se deseja que evapore.

Apetece-me…

Anúncios

4 responses to “Apeteces-me…

  • dulcineia

    É bonito o que escreves. Gostei de te ler, hoje como em tantos outros dias. Sobretudo pela delicadeza que exprimes, pouco vulgar neste mundo violento, em que a cada dia somos surpreendidos por rudezas sem fim.

    É consolador ver que ainda alguém é capaz de expressar de uma forma tão “sentida” o encantamento que o invade…

    Bem hajas.

  • Francisco

    A ti Dulcienia.

  • amotetanto

    leio e releio as tuas palavras, e sinto-me dentro delas…
    Deixo uma lágrima suspensa…

  • Francisco

    Bem-hajas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: