Retornos

Os tempos exigem que retornos se façam, volte a ser quem fui.

Melhor?

Nem por isso…

Necessário talvez…

Anúncios

10 responses to “Retornos

  • dulcineia

    Fico contente por ti. Quando andamos longe do que verdadeiramente somos, não podemos ser felizes… pelo menos a longo prazo…

  • Francisco

    Depende é se a volta é para alguém que definitivamente não somos, nem queremos já ser…

  • dulcineia

    Não desanimes, amigo…
    Se és necessário, isso dá muita força.

    Um abraço solidário.

  • Francisco

    A pergunta que faço é se o consigo, se me dá força necessária. Já não tenho assim tanta como isso. Sinto-me desgastado. Nas palavras de um pessoa que quero tanto, sinto que me tiram lascas até nada mais sobrar.

  • dulcineia

    E sabes o que te daria força de novo? Tens de lutar por isso, não podes deixar-te dizimar…

  • Francisco

    Não sei… Não sei mesmo o que me daria força. Mas gostava de saber…

  • dulcineia

    A resposta está em ti. Tens de a procurar, se for preciso com ajuda: de Deus, de um amigo, de um terapeuta…

    Força!

  • Francisco

    As resposta nunca fugiram de mim… Cabe a mim procurá-las, bem o sei. A dificuldade está na racionalização e ordenação de tudo. Há momentos em que a cabeça rodopia na busca de uma resposta que não vem, na busca de um fio por onde seguir que não se vê. Das ajudas, existem algumas sim, de valor e importantes. Mas o extenuar do pensamento é angustiante. Arrasta-se na tentativa de definir um caminho que não se sabe bem qual é. Há aqueles que já percorri, com os quais conto e sei o que me espera, e não gostei. Há novos a descobrir, mas que trazem consequências que de alguma forma são conhecidas e indesejadas. Como em tudo, há a favores e contras. E ainda me sinto perdido nesta encruzilhada onde me encontro…

  • dulcineia

    Há decisões difíceis de tomar, eu sei… É preciso abrir os braços ao Desconhecido,e confiar. Isso não é fácil, nunca foi. E todavia houve sempre quem o fizesse, e a essas pessoas devemos tanto… Descobertas que trouxeram tanta coisa, feitas por quem se ultrapassou a si próprio.
    Desejo-te coragem para essas descobertas, como a espero para mim própria…

  • Francisco

    Bem hajas Dulcineia. Espero sim essa coragem. Procuro-a, embora tenha alguma dificuldade em encontrar. Desejo-ta também, como a todo os que amo profundamente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: