21 December, 2010 00:07

Cansado, deixou o corpo poisar levemente na cama ainda morna, puxando os lençóis até ao pescoço. Cheiravam ainda ao sexo acabado à menos de nada.

Fechou os olhos e tentou adormecer com a esperança que o silêncio à sua volta calassem os próprios pensamentos. Mas o cheiro do acto recente e do perfume da almofada ao seu lado agora vazia não deixavam esmorecer o trepidante da mente. Estende a mão até ao decalque e deixa-a, de dedos estendidos, tocando a face que já não está. O tempo serena corpo e mente, ajuda da quietude em que se deixa imerso, em que sustem a respiração o mais que pode.

É quase manhã…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: