25 December, 2010 18:15

Tinha as palavras escondidas no fundo do peito, sem força e com menos vontade de as fazer sair. Algumas vezes afloravam os lábios, quase forçando a catadupa, mas sempre as conseguia engolir, uma e outra vez, relegando-as novamente à profundeza do seu ser. Conhecia-lhes o gosto, o som que formavam, de desconhecidas nada tinham. Abriram-se os lábios mas o ar não saiu. Fechou, engoliu a custo e continuou…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: